Quarta, 09 Agosto 2017 10:41

Alerta a população sobre a transmissão da Leishmaniose

Escrito por 
Alerta a população sobre a transmissão da Leishmaniose

A leishmaniose (LV) é uma doença grave, causada por um parasito transmitido para pessoas e cães por meio da picada de um inseto (vetor) muito pequeno, conhecido como "mosquito palha". E esse mosquito costuma picar ao entardecer e durante a noite.

No ciclo da doença o inseto pica um cão doente — portador do parasito — e depois pica uma pessoa saudável, que também pode desenvolver a doença.

Sem o inseto, não hão transmissão da leishmaniose . Então a melhor prevenção é evitar a proliferação do mosquito palha. As fêmeas põem seus ovos numa terra úmida, sombreada e com acúmulo de folhas., frutos e fezes de animais e isso dá início à proliferação do vetor.

Medidas simples para manter o ambiente limpo protegem você, seus familiares e sua comunidade da leishmaniose. Cada cidadão deve limpar diariamente quintais e jardins , recolhendo todo material orgânico do chão (fezes de animais, folhas, frutos, etc...). É nesse material acumulado que as fêmeas do inseto põem seus ovos e geram uma grande quantidade de novos mosquitos que irão transmitir a doença para pessoas e cães.

Sinais e sintomas da LV em humanos:
Febre durante muitos dias, perda de peso, fraqueza, anemia e aumento do fígado e baço. Em casos graves podem ocorrer sangramentos. O diagnóstico e tratamento estão disponíveis na rede de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS).

Sinais e sintomas nos cães:
Os cães infectados pelo parasito podem adoecer logo ou demorar meses para apresentar sintomas. Todos os cães infectados, mesmo aqueles sem sintomas aparente, são fonte de infecção para o inseto transmissor e, portanto, um risco para a saúde. Os sintomas nos animais são: emagrecimento, queda de pelos, crescimento de unhas, descamação da pele, fraqueza, feridas no focinho, orelhas, olhos e patas. A única forma de saber se os cães estão infectados é por meio de exames específicos de laboratório. 

O tratamento dos cães doentes não é recomendado, por não apresentar eficácia comprovada.

© 2015-2017 | Prefeitura Municipal de Jardinópolis - Praça Dr. Mário Lins, 150 - Centro
Horário de Funcionamento: Das 8h às 11h e das 13h às 16h.